Tudo sobre gestão financeira em assistências técnicas

Aprenda a como organizar a gestão financeira do seu negócio de assistência técnica

Se você confunde os gastos pessoais com os gastos da empresa, não possui estratégias financeiras ou um plano de gestão de sólido para controle de gastos, utiliza vários cartões de crédito e nunca registrou quanto recebe, quanto gasta e quanto investe, ou até mesmo suas dívidas, este artigo é perfeito para você! Cuidar da gestão financeira do seu negócio nunca foi tão fácil!

Cuidar da saúde financeira da sua assistência técnica é fundamental para a manutenção das finanças e do crescimento corporativo a curto, médio e longo prazo. No entanto, a maioria das empresas tem grande dificuldade de realizar as mais simples atividades de gerenciamento financeiro e enfrentam problemas sérios por não possuir um plano de gestão financeira. 

Culturalmente falando, o brasileiro não tem o hábito de cuidar das suas finanças. É o que aponta o estudo da CNDL (Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas) que indica que a cada 10 brasileiros, apenas 6 cuidam de suas finanças pessoais. Outro número alarmante, é o apontado pelo SPC Brasil (Sistema de Proteção ao Crédito) que analisou o comportamento do consumidor nas 27 capitais brasileiras e indica que 48% da população nunca realizou sua gestão financeira pessoal.

Muitos empreendedores iniciam sua jornada de negócios sem saber como administrar suas finanças e separar os gastos pessoais com os gastos corporativos e este é um dos  maiores motivos de falência financeira nos últimos 5 anos. Por isso, para realizar a gestão financeira da sua empresa é necessário realizar planejamentos específicos que ajudem o negócio a crescer. Do ponto de vista financeiro, isso engloba todas as atividades que envolvam o controle do dinheiro. Mas calma, vamos falar disso e de tudo que você precisa saber para organizar a sua gestão financeira.

Organizar é preciso!

Independente do tamanho da sua empresa de assistência técnica, não importa se é uma microempresa ou uma multinacional, ambas precisarão de uma gestão financeira sólida e eficaz para vencerem os obstáculos do dia-a-dia, principalmente às potenciais crises que virão. Apesar de todo segmento enfrentar dificuldades, ao se organizar financeiramente você garante mais estabilidade e segurança, já que a vida de empreendedor não é fácil. 

Estar preparado pode lhe trazer inúmeros benefícios a curto e longo prazo, como por exemplo, realizar investimentos em momentos onde a situação do mercado não é tão favorável ou se manter firme diante de uma situação eventual de crise econômica, política ou de saúde, como as que estamos vivendo atualmente. Quanto mais organizada for a gestão financeira da empresa, menos impactada a empresa sairá perante às dificuldades.

Como organizar a gestão financeira da sua empresa?

Cada empresa tem a sua realidade, portanto, não existe um modelo ideal e único de gestão financeira. Porém todos devem ter bem definidos as suas estratégias e os planos de ação a serem desenvolvidos. Colocamos em etapas para facilitar o seu entendimento:

#1 Planejamento e gestão caminham juntos!

Toda gestão financeira deve se basear no planejamento da empresa. Para isso, ao elaborar o planejamento é imprescindível pensar nas metas e objetivos a serem cumpridos. As metas podem ser a curto e longo prazo, já os objetivos podem te ajudar a conquistar alguma meta, como por exemplo, aplicar ações que resultarão no aumento da produtividade ou na redução de custos.

Também é necessário estabelecer quais são as estratégias para alcançar os objetivos definidos e mensurá-los, com acompanhamento diário para que medidas corretivas possam ser realizadas. 

#2 Crie um orçamento

Para ajudar na gestão financeira é necessário criar um orçamento com as despesas mensais da empresa, principalmente as fixas e variáveis, que podem ser ser aluguel, conta de água, conta de luz, tributos etc. Tudo isso deverá ser colocado no orçamento. 

Outro detalhe importante é: não esqueça de listar as suas dívidas! Cite os acordos negociados, os renegociados, taxa de juros e se há outras dívidas em aberto. Tudo isso o ajudará no planejamento financeiro e a colocar as despesas em ordem. É muito importante entender a utilizar a sua renda, tanto para as despesas mensais quanto para o pagamento de dívidas. Muitas das vezes, é possível esperar ou renegociar dívidas para obter uma melhor taxa de juros. 

Com um bom planejamento e orçamento realizados você consegue ter uma visão mais eficiente da sua gestão financeira e consegue evitar gastos desnecessários com despesas que não fazem parte da sua prioridade. 

Também é possível contar com a ajuda de softwares de gestão, como o Auvo, onde você tem a opção de criar orçamentos para os seus clientes no ato da visita, uma forma simples e rápida de otimizar a sua gestão financeira. 

#3 Crie um fluxo de caixa

Existem milhares de ferramentas gratuitas e pagas que podem ajudar a realizar o fluxo de caixa da sua empresa e caso não tenha familiaridade com App´s é possível realizá-lo em planilhas de excel. Não importa como e onde, o importante é realizar o fluxo de caixa diário da sua empresa. Só assim a sua gestão financeira ficará devidamente organizada.

#4 Estabeleça prioridades

Para uma boa gestão financeira é necessário estabelecer prioridades e realizar ações importantíssimas para a sobrevivência de qualquer negócio. Como por exemplo:

  • Controlar o fluxo de caixa;
  • Gestão dos pagamentos e títulos de cobrança;
  • Acompanhamento e gestão do capital de giro;
  • Controle da emissão e organização das Notas Fiscais;
  • Apuração dos resultados;
  • Controle de estoque;

Como você pode perceber, realizar a gestão financeira da sua empresa, não é algo tão simples e requer paciência e dedicação. Por isso, estabelecer prioridades e realizá-las podem te ajudar a conhecer ainda mais sobre a saúde financeira do seu negócio.

Dicas práticas para otimizar a sua gestão financeira!

Para manter organizada a gestão financeira da sua empresa de assistência técnica, preparamos algumas dicas práticas que podem te auxiliar a realizar essa gestão com muito mais eficiência.

1. Delegue funções

Centralizar em você funções que poderiam ser dos seus funcionários é um erro enorme que a maioria dos empresários acabam cometendo. Muitas das vezes, por acreditar que aquela tarefa é melhor executada por você. Mas isso acaba tomando seu tempo e deixando de lado a organização do que realmente importa, como a sua gestão financeira por exemplo. É muito importante que você se desprenda do medo de delegar e comece a distribuir as tarefas que está te sobrecarregando para outros responsáveis. Pense em como passar o seu conhecimento de forma eficiente e faça isso o quanto antes. 

Se você prefere realizar essas tarefas e deixar a gestão financeira para alguém ou uma equipe terceirizada, faça isso com sabedoria. Certifique-se de escolher alguém competente e experiente, afinal de contas realizar a gestão financeira de uma empresa exige confiança e credibilidade para tomar as melhores decisões para o negócio. 

2. Mantenha a organização diária para uma melhor gestão financeira

Comprometa-se com a organização diária. Realizar um trabalho consistente, inclua processos e os realize todos os dias. Só com rotina e disciplina é possível alcançar o sucesso. Reserve um tempo no final de cada dia para analisar as atividades de vendas e compras. Desenvolver esse hábito ajudará a monitorar o fluxo de caixa e facilitará o crescimento dos negócios. Considere ter um contador que possa criar laudos trimestrais, fornecendo um balanço e declaração de renda.

3. Use e abuse do poder dos relatórios financeiros

Em todo negócio é importante ter demonstrações trimestrais de lucros e perdas, um balanço e uso de relatórios de caixa. A criação de um prazo para relatórios periódicos ajudará você a entender quando e como crescer.

Se o seu negócio é novo, o foco deve estar na contabilidade e na previsão do fluxo de caixa.

4. Invista em Automação

Confiar em métodos manuais para gerenciar a papelada é uma maneira certa para perder tempo e dinheiro. Por isso, a sua empresa deve tirar proveito de ferramentas tecnológicas com automação, para organizar os documentos e não usar tanto papel.

Existem ferramentas de automação que podem ajudar a realizar a sua gestão financeira do início até a ponta, como o Auvo por exemplo. Com ele, a sua empresa ganha tempo na realização de orçamentos e relatórios diários que o ajudarão na qualidade da prestação de serviços e que certamente facilitarão a sua gestão financeira. Faça um teste grátis e conheça nosso software!

0 Shares:

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.