Refrigeração: tudo que você precisa saber

De uma maneira bem simples e rápida de explicar, refrigeração é o processo de redução de temperatura que ocorre em um determinado espaço.

No entanto, o tema é bastante amplo e requer atenção. Afinal, existem diversos tipos e sistemas de refrigeração, que podem oferecer soluções que impactam diretamente no seu negócio. 

Além disso, um sistema de refrigeração oferece diversas funcionalidades que podem ser aplicadas em diversos setores, levando uma maior eficácia para alguns.

Neste artigo, você saberá mais sobre refrigeração, seus principais sistemas e componentes, como funciona na prática e como realizar a manutenção correta destes equipamentos. 

O que é um sistema de refrigeração?

O sistema de refrigeração ou arrefecimento, é um sistema responsável por controlar a temperatura de um equipamento. Principalmente, relacionado aos motores de explosão. Nesse sentido, o sistema realiza a regulação da temperatura, oferecendo uma maior durabilidade e desempenho do equipamento, o que possivelmente ocasionará na redução de custos para a empresa. 

Tipos de refrigeração

1. Refrigeração por compressão:

Primeiramente, a refrigeração por compressão acontece através da circulação de um fluido ou gás em um circuito fechado. Esse fluido absorve o calor e o dissipa em outro local. Para isso, é necessário o uso de energia elétrica e mais cinco componentes: o compressor, o fluido refrigerante, o condensador, o evaporador, o elemento controle e o filtro secador.

2. Refrigeração por absorção:

Este sistema não utiliza energia elétrica e nem compressor. Isto é, sua fonte de energia é o calor e os componentes utilizados são o gerador, o condensador e o absorvedor. Além disso, o refrigerante absorve o calor por evaporação e absorve o vapor do refrigerante em temperaturas muito baixas. 

3. Refrigeração termoelétrica

Neste sistema, são utilizados dois materiais para criar um gradiente de calor, com a energia elétrica. Estes materiais, se encontram duas vezes. Uma no espaço refrigerado e outra no ambiente. Além disso, este tipo de refrigeração funciona também como uma bomba de calor, aplicada ao arrefecimento. Entretanto, também pode ser aplicada ao aquecimento. 

4. Refrigeração doméstica:

Sem dúvidas, a refrigeração doméstica é a mais comum das refrigerações. Afinal, ela pode ser encontrada facilmente nos lares brasileiros, com a geladeira e freezers de uso doméstico. Sua função é gelar e conservar alimentos. E para que isso aconteça, sua temperatura deve estar em torno de -8ºC a -18ºC ou 2ºC a 7ºC para os compartimentos que necessitam apenas de resfriamento. 

5. Refrigeração comercial e industrial:

Este tipo de refrigeração aborda o uso comercial e industrial. Afinal, é de grande porte, capaz armazenar e refrigerar alimentos e medicamentos. Na refrigeração industrial os equipamentos são maiores e seu poder de resfriamento também, podendo chegar entre -5ºC a -30ºC

6. Refrigeração marítima e de transporte:

Por fim, este tipo de refrigeração é encontrada em barcos, navios e navegações de grande porte, e também podem ser encontradas em caminhões e veículos de carga, como vagões refrigerados. 

Qual é a importância da refrigeração?

A refrigeração tem sua importância destacada em diversos setores. Como por exemplo, no ramo alimentício, onde a conservação dos alimentos depende bastante do uso da refrigeração adequada para o armazenamento correto dos produtos.

Imagine um supermercado sem uma câmara de ar fria? Ou até mesmo, sem o sistema de refrigeração funcionando perfeitamente bem? Seria impossível fazer suas compras, não é mesmo? 

São alguns exemplos de equipamentos utilizados na refrigeração comercial e industrial para a preservação de alimentos:   

  • Câmaras frigoríficas;
  • Vitrines de supermercados;
  • Vitrines em pastelarias, bar, sorveterias, etc.;
  • Frigoríficos utilizados em cozinhas industriais, incluindo salas de maturação e retardadores;
  • Frigoríficos para produtos farmacêuticos;
  • Blast chillers.

A implantação e o uso correto dos sistemas de resfriamento possibilitam a organização e manutenção da empresa. Pois é ela que favorece a produtividade e consegue oferecer uma maior lucratividade para o negócio, afinal, o bom funcionamento do sistema de refrigeração impede grandes prejuízos. 

Outro equipamento comum e muito utilizado é o ar condicionado. No entanto, quando pensamentos em ar condicionado pensamos apenas no aspecto da temperatura. Na verdade, é muito mais do que isso. O ar-condicionado completo é proporcionado por um sistema que pode aquecer, umidificar, resfriar, ventilar, filtrar e circular o ar. A maioria dos equipamentos que existem executam apenas um trabalho parcial. 

Como você deve ter percebido, o tema refrigeração é bastante amplo e se refere a muito mais equipamentos além dos convencionais que pensamos, como geladeira, ar condicionado etc. 

Como realizar a manutenção do meu sistema de refrigeração?

Para auxiliar no processo de escolha e contratação da mão-de-obra especializada para realizar a manutenção do seu sistema de refrigeração, é necessário pensar nas seguintes questões: frequência, experiência, custo e automação.

Vamos explicar uma a uma:

  • Frequência: Para ter um sistema de refrigeração funcionando perfeitamente, você precisa entender que a manutenção dos seus equipamentos, deve ser feita com uma periodicidade frequente, para que você não corra riscos de sofrer com uma pane elétrica ou com uma falha que possa impedir o funcionamento parcial ou total dos equipamentos.
  • Experiência: Ao contratar uma equipe de manutenção, você precisa analisar a experiência da empresa na prestação de serviços, principalmente os oferecidos a clientes do mesmo segmento que o seu. Somente assim, é possível saber se a prestação será ou não eficiente e se você poderá contar com o prestador sempre que precisar.
  • Custo: É claro que você vai analisar e comparar os custos, certo? Sendo assim, coloque tudo na ponta do lápis, quais os custos já realizados dos equipamentos em manutenção, qual o custo se implementar determinado tipo de manutenção, como a preventiva ou preditiva, por exemplo. Também, quais os custos com manutenção corretiva, aquela onde o reparo deve ser realizado com urgência. 
  • Automação: Se você administra uma empresa que conta com diversos sistemas de refrigeração diferentes, o ideal é contar com a ajuda da automação. Imagine controlar e lembrar de cada manutenção realizada e quando haverá a necessidade da próxima, parece impossível não é mesmo? Por isso, você precisa investir em automação e um software como o da Auvo pode te ajudar nisso. Com ele, é possível realizar uma automação completa dos equipamentos e de suas respectivas manutenções, trazendo mais praticidade e comodidade para o seu dia-a-dia. 

Conclusão

Em suma, escolher o sistema de automação ideal, aliado a um bom plano de manutenções garante a durabilidade e uma maior vida útil para os seus equipamentos. Acredite, é possível realizar uma manutenção eficaz, capaz de garantir sobretudo, uma durabilidade maior para todos os seus equipamentos. 

Conte com o Auvo para facilitar a sua rotina de manutenções dos sistemas de refrigeração da sua empresa. Clique aqui e faça um teste grátis para conhecer a nossa plataforma. 

0 Shares:

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.