MTTR e MTBF, o que significa e como se calcula

MTTR

Como você deve saber, o MTTR e o MTBF são os indicadores mais utilizados em diversos setores, principalmente na prestação de serviços.

Mas o que significam? Qual é a diferença entre eles? Como se calcula? Vamos responder essas e outras questões neste post.

Confira os tópicos que vamos abordar:

Boa leitura!

O que significa MTTR e MTBF?

Em resumo, MTTR é a sigla em inglês para Mean Time to Repair – Traduzida para o português significa: Tempo Médio para Reparo.

MTBF é a sigla em inglês para Mean Time Between Failures – Traduzida para o português significa: Tempo Médio entre Falhas. 

Além disso, ambos são indicadores de desempenho (KPI), relacionados à disponibilidade de alguma máquina ou equipamento.

Qual é a diferença entre MTTR e MTBF?

Tenha em mente que, apesar de ambos serem indicadores de desempenho, há diferenças práticas entre MTTR e MTBF.

Primeiramente, o MTTR calcula o tempo médio de demora na realização de algum reparo. Ou seja, o tempo que se gasta na correção de alguma falha.

Já o MTBF calcula a média de tempo entre uma falha e outra. Em outras palavras, calcula o tempo de funcionamento.

Além disso, eles se diferem nos objetivos. Sendo que o MTTR deve obter o menor índice possível. Ao contrário do MTBF, que deve alcançar o maior número possível.

Entretanto, a maior diferença entre os indicadores encontra-se nas fórmulas de cálculo.

Veja cada uma delas:

Como calcular o MTTR?

Para calcular o MTTR, você precisa somar o número total dos tempos de reparo e dividir pelo número de ações corretivas dentro em um determinado período.

Veja como isso fica na fórmula:

Leia também  Manutenção Corretiva, tudo que você precisa saber

MTTR = Somatória do tempo de reparo / Número de ações corretivas

Ainda confuso? Veja um exemplo a seguir:

Suponhamos que um supervisor de manutenção em uma fábrica de jeans deseja mensurar o MTTR em uma de suas máquinas de costura.

Ao fazer o levantamento, o supervisor notou que a máquina passou por 3 manutenções corretivas em um mês.

Logo, a primeira coisa que você precisa fazer é anotar o número de corretivas, isto é, o número de falhas em um determinado equipamento ou máquina.

Em seguida, você deve anotar o tempo que foi gasto em cada manutenção. 

Por exemplo: suponhamos que a primeira manutenção tenha levado  3 horas, a segunda 1 hora e a terceira 5 horas.

Dessa forma, o cálculo do MTTR seria o seguinte:

MTTR = 9/3 = 3 horas.

Esse resultado significa que, se a máquina voltar a falhar, serão necessárias em média 3 horas para que os reparos sejam feitos.

Simples, não é mesmo?

Como calcular o MTBF? 

Como eu disse antes, o MTBF calcula o período de tempo que se perde na operação de uma máquina. E assim como o MTTR, sua média pode ser calculada por meio de uma fórmula.

Neste caso, você precisa anotar o tempo total disponível de uma máquina em determinado período, e dividir pelo número de erros ocorridos durante esse mesmo período.

Confira a fórmula:

MTBF = Tempo total disponível – Tempo perdido / Número de paradas

Veja um exemplo ainda com a máquina de costura:

Suponhamos que ao invés de um mês, a máquina parou de funcionar 3 vezes em um período de 24 horas.

Sendo assim, você precisaria anotar:

Período total disponível para operar: 24 horas

Quantidade de paralisações: 3

Tempo de cada paralisação: 3 horas, 1 hora e 5 horas.

A fórmula ficaria assim:

MTBF = [24 – (3 + 1 + 5) ] / 3 = 5 horas

Com esse resultado, você consegue pensar em estratégias para aumentar a sua média de MTBF, ou seja, aumentar o tempo de disponibilidade deste equipamento.

O MTTR e o MTBF podem ser analisados em conjunto?

Agora que você já descobriu como fazer o cálculo individualmente, chegou o momento de saber como analisar os dois indicadores em conjunto.

Leia também  Relatório Técnico: Saiba como ter um em sua empresa

Para isso, você precisa conhecer uma 3ª fórmula, que envolve o MTTR e o MTBF, gerando o cálculo do tempo de disponibilidade. 

Veja como calcular:

Cálculo do tempo de disponibilidade

Unificando o MTTR e o MTBF, você consegue calcular o tempo de disponibilidade de um equipamento.

Veja a fórmula deste cálculo:

Disponibilidade = MTBF / (MTBF + MTTR)

Utilizando o exemplo acima, conseguimos a seguinte fórmula:

Disponibilidade = 5 / (5 + 3) = 0,62%

Considere esse resultado para criar planos de ação de melhoria contínua, ou até mesmo, para avaliar a eficácia das suas ações.

Ferramenta para monitoramento de MTTR e MTBF

De fato, a melhor ferramenta para monitorar o MTTR e o MTBR é o relatório.

Afinal, as informações que contém nele são extremamente válidas para um cálculo preciso.

A propósito, existe uma forma de você garantir mais assertividade nos dados do seu relatório. Com uma ferramenta de gestão para prestadores de serviços, como o Auvo, você emite relatórios automáticos e 100% digitais.

Isso garante, não só dados concisos, como também, mais agilidade e segurança das informações.

E isso não é tudo. Com o Auvo você encontra uma funcionalidade para cada etapa do seu processo, desde emissão de orçamentos digitais, ordens de serviço automáticas, localização da equipe externa em tempo real, emissão e envio de boletos até o envio de Notas Fiscais. 

Quer saber mais?

Agende uma reunião ou faça um teste grátis por 3 dias

Descubra hoje como o Auvo torna a sua equipe mais produtiva e a sua empresa mais estratégica.

0 Shares:

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.