Manutenção elétrica: Guia completo sobre o assunto

Manutenção elétrica

A manutenção elétrica é uma prática que deve fazer parte do seu dia a dia, seja na sua empresa ou na sua residência.

Muitas pessoas não dão a devida atenção a este assunto, embora ele seja de extrema importância para garantir um bom funcionamento do sistema elétrico instalado.

Além disso, para entender a relevância que essa prática possui, é fundamental conhecer mais sobre como ela funciona e quais as suas variações.

Dessa forma, será possível investir na técnica correta, que possa atender melhor às necessidades de cada instalação.

Pensando nisso, nós preparamos um guia completo sobre manutenção elétrica, com tudo que você precisa saber para realizar uma vistoria eficiente e evitar problemas com os seus sistemas.

Continue acompanhando para conferir:

  • A importância da manutenção elétrica;
  • Os tipos de manutenção elétrica que existem;
  • Qual a periodicidade dessa manutenção;
  • Por que se preocupar com isso.

Importância da manutenção elétrica

Muitas pessoas não conhecem a verdadeira importância da manutenção elétrica no dia a dia, embora possa parecer evidente.

A princípio, adotar essa prática periódica influencia diretamente na segurança e no funcionamento dos sistemas e circuitos que compõem a propriedade.

Seja uma empresa, uma indústria ou uma casa residencial, as instalações elétricas estão por todo lugar, e são fundamentais para o dia a dia.

Assim, realizar uma manutenção constante garante a segurança desse sistema, evitando possíveis contratempos ou mesmo problemas mais graves com os componentes.

Além disso, um funcionamento eficiente dos sistemas elétricos também significa menos gastos. É comum que problemas na instalação proporcionem aumento nas contas de eletricidade, afinal, ela não está funcionando plenamente.

Dessa forma, além de garantir a segurança de todos, a manutenção elétrica também poderá fazer com que você economize no futuro, seja em gastos de eletricidade ou na resolução de problemas mais complexos com o seu sistema.

Ainda, a manutenção elétrica não se resume apenas a grandes vistorias. Ela também envolve a verificação de pequenos componentes, como:

  • Quadros;
  • Disjuntores;
  • Interruptores;
  • Lâmpadas;
  • Fiações em geral.

Ou seja, todos os componentes que formam um sistema elétrico, sejam eles grandes ou pequenos. 

Caso um desses elementos esteja com mal funcionamento, é a manutenção elétrica que se torna responsável por identificar a falha e evitar que ela afete os demais sistemas.

Por conta da importância da manutenção elétrica em todas as áreas, surgiram diferentes tipos de práticas, de modo que possa abranger com eficiência a necessidade de cada equipamento.

Conheça as principais agora:

Tipos de manutenção elétrica

Antes de realizar a contratação de um profissional para a manutenção elétrica em questão, é fundamental avaliar qual o tipo de procedimento que melhor atende às necessidades da propriedade.

Por isso, confira alguns tipos de manutenção elétrica que existem, e como elas podem proporcionar uma solução eficiente em cada caso:

Manutenção elétrica preventiva

A manutenção elétrica preventiva é o tipo ideal, uma vez que é capaz de encontrar possíveis defeitos e problemas antes que eles causem adversidades mais complexas.

Neste tipo, o profissional verifica o funcionamento de todos os equipamentos instalados, mesmo que não apresentem nenhum tipo de falha visível.

Além disso, também é comum observar elementos como estado dos fios e dos quadros de força, garantindo que não estejam em mau estado.

Com a manutenção elétrica preventiva, o profissional poderá detectar o problema antes que ele se manifeste, indicando as melhores soluções para evitar que a situação se torne mais grave. 

Por exemplo, com a troca dos componentes ou do sistema que poderá apresentar uma possível falha.

No entanto, mesmo que sejam encontrados defeitos no sistema elétrico, eles são mais simples e fáceis de resolver, uma vez que não evoluíram para um cenário mais alarmante.

Leia também  Manutenção hospitalar: como agir de forma preventiva

Dessa forma, além de prevenir problemas mais sérios, a manutenção preventiva também possui um gasto inferior aos demais tipos, uma vez que a prática evita perdas consideráveis, e não necessita de muito orçamento para substituir eventuais peças.

Manutenção elétrica corretiva

Enquanto isso, a manutenção elétrica corretiva é o tipo mais comum, e é acionada quando o sistema elétrico já está com um problema evidente e precisa de reparos imediatos.

Assim, essa categoria de serviço é mais urgente, utilizado para reparar os componentes quando existe um risco iminente para a segurança das pessoas que estão na edificação.

No entanto, a manutenção elétrica corretiva se desdobra em duas possíveis situações.

A primeira ocorre quando uma equipe de monitoramento identifica o problema quando ele aparece, e aciona os técnicos, já indicando o sistema ou equipamento específico que possui falhas.

Nesse caso, os profissionais da manutenção já possuem todas as informações necessárias para corrigir o problema.

Por outro lado, a segunda situação ocorre quando não se sabe, ao certo, onde está localizado o problema.

Isso porque ele pode se manifestar de diferentes maneiras, afetando outros setores, como a produção, por exemplo, mesmo que a falha não esteja necessariamente nesses equipamentos.

Dessa forma, é preciso contratar técnicos especializados que deverão realizar uma inspeção mais completa, para localizar o sistema com defeito e fazer os reparos da maneira correta.

Assim, a manutenção corretiva se torna uma alternativa que proporciona mais gastos, além da urgência de reparação.

Manutenção elétrica preditiva

Outro tipo popular é a preditiva, que se difere um pouco das categorias mencionadas acima.

Isso porque a manutenção elétrica preventiva e corretiva focam suas atividades na detecção e reparação de possíveis defeitos.

No entanto, a categoria preditiva não apenas possui técnicos de restauração, como também uma equipe especializada em monitoramento.

Utilizada principalmente no setor industrial, a manutenção preditiva tem o objetivo de acompanhar o funcionamento do maquinário, de modo que possa prever possíveis defeitos, e quando é necessário agendar um reparo elétrico.

Atualmente, diversos sistemas tecnológicos permitem que profissionais acompanhem o funcionamento de diferentes equipamentos.

Assim, a equipe preditiva pode acompanhar o funcionamento de todos os sistemas, além de entender como ele se comporta, e, com isso, prever a vida útil desses componentes, e definir quando ele precisará de uma manutenção.

Por se tratar de um tipo de manutenção específica, ela é aplicada em áreas específicas, como no setor industrial, não sendo economicamente vantajosa em outros ramos, como o residencial.

No entanto, com um monitoramento eficiente, os técnicos também são capazes de identificar os problemas antes que eles se tornem mais graves.

Além disso, essa prática permite o agendamento funcional de manutenções preventivas no futuro, a partir do funcionamento do equipamento.

Assim, a empresa poderá fazer um planejamento mais assertivo, inclusive economizando com manutenções menos necessárias.

Manutenção elétrica industrial

Entre os diversos tipos de manutenção, é importante destacar a manutenção elétrica industrial.

Ao contrário das categorias preventiva e corretiva, por exemplo, não se trata de uma prática para reparar defeitos, mas uma atividade que abrange todos os setores, incluindo monitoramento, testes e fixação.

Basicamente, a manutenção elétrica industrial é responsável pelo bom funcionamento do sistema de eletricidade dentro de uma organização.

Nesse caso, ela é voltada especialmente para o setor industrial, de modo que necessita de profissionais e equipamentos especializados para suas funções. Inclusive, essa categoria exige que os técnicos responsáveis pelo setor sejam licenciados e com domínio de todas as regras da Norma Regulamentadora n° 10 (NR-10).

Leia também  Relatório Técnico: Saiba como ter um em sua empresa

Isso garante que os profissionais possuam o conhecimento adequado específico para acompanhar e inspecionar o funcionamento geral dos sistemas elétricos de uma indústria.

Além disso, a manutenção elétrica industrial incorpora ambas as categorias preventiva e preditiva. Ou seja, seu monitoramento acompanha o funcionamento dos equipamentos, e realiza reparos preventivos para evitar possíveis problemas maiores.

Alguns dos setores que são monitorados pela equipe da manutenção elétrica industrial incluem:

  • Maquinários elétricos;
  • Geradores;
  • Sistema hidráulico;
  • Sistema de iluminação;
  • Transformadores;
  • Equipamentos de emergência.

Para abranger todas essas áreas de maneira satisfatória, essa manutenção utiliza ferramentas mais elaboradas, como geradores de imagens térmicas.

Assim, não é uma categoria indicada para todos os setores, mas é de extrema importância para as indústrias.

Manutenção elétrica predial

Por fim, a manutenção elétrica predial se refere a reparos preventivos e corretivos realizados em prédios. Isso inclui, principalmente:

  • Condomínios;
  • Residências;
  • Comércio em geral;
  • Indústrias em geral;
  • Shopping Center.

Assim como a manutenção elétrica industrial foca nesse setor, a predial também possui um foco mais especializado em prédios.

Seus técnicos também devem possuir conhecimentos mais específicos, para atenderem ao serviço de maneira eficiente.

Algumas das atividades que compreendem essa manutenção são:

  • Vistorias em instalações elétricas;
  • Vistorias em instalações hidráulicas;
  • Inspeção de sistemas de segurança;
  • Monitoramento da estrutura da edificação;
  • Monitoramento de elementos como instalações de gás e ar condicionado.

Por isso, a manutenção elétrica predial também inclui as categorias preventivas e corretivas, atuando em união para garantir a segurança elétrica em prédios.

Qual a periodicidade esse tipo de manutenção?

Depois de conhecer mais sobre os tipos de manutenção elétrica, muitos podem se perguntar qual a periodicidade para cada prática.

No entanto, é difícil estabelecer um período correto para realizar essas atividades. Isso porque depende muito do tipo de instalação, e dos objetivos de cada manutenção.

Por exemplo, a manutenção preventiva deve ser mais constante que a corretiva, justamente por evitar problemas mais sérios.

Enquanto isso, o setor industrial depende muito mais da manutenção elétrica do que outros setores, como residencial, pois o pleno funcionamento de seus equipamentos é fundamental para continuar com a produção.

Assim, é normal que empresas e fábricas tenham sua própria equipe especializada, contratada especialmente para realizar essas manutenções em tempo integral.

Enquanto isso, a periodicidade em residências e comércios pode ser menos frequente.

De forma geral, é indicado realizar uma vistoria a cada 3 anos, para comércios com uso frequente, e 10 anos para imóveis familiares, sem grandes equipamentos elétricos.

No entanto, em caso de revendas dos imóveis, é recomendável fazer uma manutenção elétrica apropriada, para garantir que está tudo em ordem.

Por fim, a manutenção elétrica corretiva deve ser acionada sempre que necessário, independente do período entre as vistorias;

Por que se preocupar?

Como você pode perceber ao longo do guia, existem diversos tipos de manutenção elétrica, justamente para se adequar a cada situação e necessidade.

Isso porque realizar um monitoramento completo dos seus sistemas e equipamentos elétricos é extremamente importante para garantir a segurança da edificação.

Além disso, investir em manutenções periódicas também ajuda a evitar problemas mais complexos, que podem prejudicar a produção, e, com isso, causar prejuízos.

Assim, vale a pena se preocupar com a manutenção elétrica do seu imóvel, seja uma indústria, comércio ou residência.

Dessa forma, além de garantir a segurança de todos, você também poderá otimizar sua produção com mais garantias, corrigir pequenos defeitos antes que se transformem em falhas graves, e manter sua produção em atividade com máxima eficiência.

0 Shares:

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.