Laudo técnico para empresas de manutenção: como fazer [Modelo pronto]

laudo técnico

O Laudo Técnico é um documento utilizado, não só para identificar as causas de uma falha, como também para viabilizar a execução de algum projeto.

Sendo assim, os laudos técnicos devem ser feitos por profissionais devidamente qualificados, seja por perito ou técnico. Como por exemplo, em empresas de manutenção, os técnicos realizam vistorias com base em seus conhecimentos na área.

Além disso, existem vários tipos de laudos técnicos, como o laudo de causas jurídicas, laudo técnico preliminar, laudo de reforma, laudo de avaliação de imóveis, laudo de manutenção, entre outros.

Mas, como elaborar um laudo técnico completo e com informações corretas? É o que você verá neste post.

Confira!

Como elaborar um laudo técnico de manutenção completo?

A partir de agora, veja as dicas de como elaborar um laudo técnico de manutenção completo e sem erros.

Entenda exatamente o que o seu cliente pediu

Antes de tudo, certifique-se de entender exatamente o que o seu cliente deseja. Ou seja, todas as informações necessárias para que você elabore um laudo técnico mais completo possível. 

Para isso, não hesite em perguntar quantas vezes forem necessárias. Assim, nenhum detalhe irá passar despercebido.

E lembre-se, quanto mais claras as informações, mais efetivas serão as avaliações dos resultados do laudo.

Defina métodos de levantamento dos dados do laudo técnico

Após entender os objetivos do laudo técnico por parte do cliente, defina métodos de levantamento de informações relevantes para avaliar o acontecimento de maneira eficiente.

Sendo assim, é importante que você conheça o histórico de manutenções, ou até mesmo, de funcionamento do aparelho.

Por isso, questione o cliente solicitante se o aparelho já apresentou alguma falha, ou se alguma manutenção já foi realizada. Assim, quanto mais informações forem levantadas, mais fácil será analisar o caso. 

Tem ainda, a necessidade de avaliar a necessidade de realizar testes e monitoramentos, dependendo da finalidade do laudo técnico. Assim, você consegue averiguar se cada uma das normas e protocolos obtém resultados confiáveis.

Como o Auvo ajuda a levantar dados para o laudo técnico?

Outra alternativa para extrair dados concisos para o seu laudo técnico, é utilizar uma ferramenta de gestão como o Auvo, por exemplo.

Leia também  Curva ABC: saiba como fazer a sua

O Auvo é uma ferramenta robusta, com várias funcionalidades. Sendo uma delas, a possibilidade de cadastrar diversas informações, como cadastro de equipamentos, colaboradores, clientes, entre outros.

Com isso, você consegue visualizar o histórico de informações relacionados às atividades dos colaboradores, assim como de manutenções de equipamentos.

Além disso, você consegue emitir relatórios com indicadores (KPI), com fotos e assinaturas coletadas pela sua equipe técnica em campo. 

Assim, você pode imprimir ou anexar os relatórios ao laudo técnico com informações concretas sobre o desempenho de aparelhos, assim como o histórico de manutenções corretivas e preventivas nos equipamentos de algum cliente.

Ainda tem dúvidas sobre o Auvo? Agende uma demonstração gratuita e tire todas as dúvidas com o nosso time de especialistas.

Apresente o máximo de comprovações possíveis

Se possível, anexe fotos, gráficos, tabelas ou outros demonstrativos que comprovem a fundamentação da sua análise.

Além disso, identifique a data, local e todas as informações relacionadas em uma breve descrição.

Preste muita atenção na linguagem

Dificilmente, uma linguagem muito técnica é compreendida por todos. Por isso, o nível de explicação deve ser acessível também para o público leigo no assunto. 

Portanto, evite termos técnicos o máximo possível, assim como abreviaturas. Tudo isso para evitar maus entendidos.

Além disso, atente-se às regras gramaticais e ortográficas, utilizando uma linguagem simples, menos formal e sem erros de português.

Defina a estruturação do laudo técnico

Seja qual for o ramo da sua empresa de manutenção, é importante que você saiba como montar um laudo técnico com todas as informações necessárias para assegurar sua validade.

Veja a seguir como estruturar um laudo técnico completo:

Defina a ferramenta

Primeiramente, você precisa definir qual ferramenta de edição de texto irá utilizar para elaborar o seu laudo técnico. 

Geralmente, algumas pessoas preferem utilizar o Word, outras preferem utilizar o Excel, ou até mesmo, o Google Drive. Portanto, escolha a ferramenta no qual você possui mais familiaridade.

Dados da empresa

Comece preenchendo os dados que identifiquem a empresa emitente do laudo técnico, como por exemplo:

  • Logo
  • Razão social
  • Nome fantasia
  • CNPJ
  • Endereço com CEP
  • Telefone
  • E-mail
Leia também  Ordem de Serviço: guia completo [Modelo pronto word e excel]

Dados do cliente

Em seguida, preencha os dados do cliente solicitante da seguinte forma:

  • Nome completo
  • CPF ou CNPJ
  • RG
  • Endereço com CEP
  • Telefone
  • E-mail

É importante ressaltar que em ambos os campos, quanto mais informação você inserir, mais seguro o laudo será.

Motivo da solicitação do Laudo Técnico

Por que o laudo está sendo gerado? Qual é o motivo da solicitação? 

Insira a justificativa da emissão do laudo nesse campo, seja a restituição de um seguro ou indenização de alguma questão judicial, por exemplo.

Data de emissão e validade do laudo

Insira a data de emissão do laudo juntamente com a data de validade. Isso evita com que o cliente solicite uma manutenção um ano depois pelo mesmo preço, por exemplo.

Descrição dos itens e problemas encontrados

Posteriormente, crie uma tabela com campos que identifiquem o nº de cada item, assim como a descrição completa do aparelho e o defeito apresentado por ele, por exemplo:

Fonte de alimentação digital modelo X. O aparelho mostra defeito….

Além disso, acrescente a quantidade de itens e o valor unitário de cada um. Em casos de mais de 1 item, faça a somatória e acrescente o valor total ao final da tabela.

Assinatura das partes interessadas

Por fim, insira a assinatura do técnico responsável, juntamente com o carimbo da empresa emitente, e em seguida, a assinatura do cliente solicitante.

Lembrando que você pode retirar ou acrescentar informações de acordo com a sua necessidade.

E além disso, você pode preencher as informações, tanto pelo computador, como imprimir e preencher manualmente.

Aos que preferem um modelo pronto, aqui vai um. Basta clicar aqui e fazer o download.

Gostou desse conteúdo? Espero que ele tenha te ajudado!

Se você ficou com alguma dúvida sobre esse assunto ou está interessado em conhecer mais sobre o Auvo, entre em contato com a gente. Será um prazer conversar com você!

0 Shares:

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.