KPI’s para equipes externas, o que você deve medir?

Medir e analisar resultados são a melhor maneira de avaliar o desempenho em qualquer área da sua empresa, por isso surgiu o termo KPI, que significa “key performance indicator” ou indicador chave de performance. Nada mais é do que alguns indicadores que mostram se sua empresa está indo no caminho certo ou se existem pontos fracos. Com esses dados você pode avaliar se a sua estratégia está indo bem ou se é preciso fazer ajustes. Acompanhar as KPI’s para equipes externas é a melhor maneira de saber se seu time está no caminho certo.

Onde coletar as KPI’s?

O ideal é coletar as informações nas ordens de serviço preenchidas pelos seus técnicos. É nela que contém informações valiosas sobre os serviços executados.

Para cada setor da empresa são necessárias KPI’s diferentes, e para você que gerencia uma equipe externa nós montamos uma planilha para você acompanhar os resultados e ter um maior controle sobre sua equipe externa. A planilha é divida em KPI’s para equipes externas comerciais e equipes de assistência técnica.
Lembramos que cada ponto deve ser respondido com um dado numérico e que a performance deve ser avaliada com o conjunto de todas as KPI’s.

Para a área comercial nós destacamos o seguinte:

Quantidade de visitas: um vendedor externo deve fazer o máximo de visitas que puder (com estratégia e bom senso). Por isso é importante fazer essa avaliação diariamente e mensalmente.

Prospecção de clientes: existem dois tipos de visitas comerciais, as que são de follow up de vendas, ou seja, acompanhar o cliente na decisão de compra, apresentar as vantagens do produto e etc. A outra é de prospecção de clientes, trazer novos interessados do produto e consequentemente manter seu funil com um número razoável de clientes. Sempre meça a quantidade de novos clientes que entram no radar de sua equipe comercial externa, isso indica o futuro de vendas de sua empresa.

Taxa de conversão: não adianta fazer muitas visitas, prospectar muitos clientes mas não fechar contratos. Meça sempre o percentual de conversão de sua equipe comercial e dos seus vendedores individualmente. As vezes o vendedor que mais vende não tem a maior taxa de conversão pelo simples fato de ter uma carteira de clientes maior.Tempo gasto em trânsito: como já dissemos aqui no equipe produtiva, muitos pessoas que fazem trabalho externo perdem muito de sua produtividade no trânsito. Meça o tempo que eles têm gasto parado. Isso é fundamental.

Tempo “perdido”: Muitas empresas colocam a equipe para preencher infindáveis relatórios e planilhas, isso é um assassino de produtividade. Dê preferência a sistemas em que o colaborador pode preencher as informações via smartphone e gaste pouco tempo na execução dessa tarefa

Para a área técnica destacamos as seguintes KPI’s para equipes externas:

Quantidade de visitas para solução de problema: é importante saber em quantas visitas as atividades técnicas são resolvidas. Na grande maioria dos negócios o ideal é resolver tudo na primeira visita, pois pode gerar problemas e stress em clientes caso ultrapasse esse número.Quantidade de chamados/técnico: veja a métrica de quantos chamados um técnico consegue atender em um dia, isso te dará uma visão do tamanho necessário de sua equipe para atender a demanda de chamados.

Problemas Crônicos: existem clientes que possuem problemas crônicos e são necessárias várias visitas em um curto período, diminuindo a rentabilidade do seu negócio. Identifique a quantidade de visitas feitas por cliente em um período.

Grau de satisfação: assistência técnica e suporte são essenciais para a manutenção do cliente em muitos negócios, por isso medir a satisfação dele é muito importante. Isso te dará uma noção de como sua equipe se comporta e age em loco.

Tempo gasto por atividade: medir o tempo que sua equipe gasta para executar as tarefas é essencial para montar a agenda dele de forma otimizada.

Custo: medir o quanto custou cada atividade é a melhor forma de você manter a rentabilidade em seu negócio. Por isso meça o valor do material gasto, o custo da hora de trabalho do técnico, o combustível e alguma eventual troca de equipamento. Isso te dará uma visão se o trabalho está sendo lucrativo ou se precisa de ajustes.

Gostou? Medir as KPI’s para equipes externas é fundamental no seu processo de gestão. Se te ajudou compartilhe e ajude este texto a chegar em mais pessoas.

0 Shares:

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.